terça-feira, 12 de outubro de 2010

Palavra e Utopia

Sinopse
Em 1663, quando o Padre Antonio Vieira é convocado a comparecer diante da terrível Inquisição portuguesa, ele precisa explicar as idéias que defende ao questionar a escravidão, a situação dos índios e as relações império-colônia. Intrigas na corte e um pequeno mal entendido enfraquecem o poder do jesuíta, que chegou a ser amigo íntimo do rei Dom João IV. Perante os juízes, padre Vieira passa a limpo seu passado: a juventude no Brasil e os anos de noviciado na Bahia, seu envolvimento na causa dos índios e o primeiro sucesso no púlpito.
Impedido de falar pela Inquisição, o pregador refugia-se em Roma, onde a sua reputação e êxito são tão grandes que o Papa concorda em não o retirar da sua jurisdição. A rainha Cristina da Suécia, que vive em Roma desde a abdicação do trono, prende-o na corte e insiste em torná-lo seu confessor.
Mas as saudades do seu país são mais fortes e Vieira regressa a Portugal. Só que a frieza do acolhimento do novo rei, D. Pedro, fazem-no partir de novo para o Brasil onde passa os últimos anos da sua vida.
Este tributo de Manoel de Oliveira ao padre Antônio Vieira não é uma cinebiografia, mas sim de um corajoso documento sobre a palavra e sobre o pensar.

Ficha Técnica:
País de Origem: Portugal / França / Brasil / Espanha
Gênero: Drama
Classificação etária: 12 anos
Áudio: Português-Pt
Legendas: Sem legendas
Ano: 2000
Duração: 133 min
Diretor: Manoel de Oliveira


Onde encontrar o filme: - Laranja psicodélica -
-

Veja também:Sermões - A história de Antônio Vieira
-

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário